terça-feira, 21 de março de 2017

Recado de geladeira.



"E se você está aqui ao meu lado,
nada disso mais me importa,
nada importa,
e se eu estou ao seu lado,
me sinto bem,
tudo está bem...
E se colarmos com imãs bonitos em nossa geladeira,
um recado para lermos todas as manhãs,
que diria a nos beijarmos todos os dias
como se fosse a primeira vez,
e que digamos te amo todos os dias,
e bom dia e boa noite,
e nunca se vá,
e fique comigo,
e me ame,
e me acalme,
e me queira,
e me deseje,
e seja pra mim,
todos os homens do mundo
em um único que importa,
e eu serei pra você todas as mulheres do mundo
em uma só que importará pra você,
e cada dia é um novo dia,
e se ao seu lado é um belo dia,
e me conte como passou a tarde,
e ria das nossas besteiras cotidianas,
e chore do nosso desespero,
mas ao seu colo ele se apaga,
e na sua mão que me afaga,
perdem se as lágrimas,
e tudo será recíproco,
e que não só não nos olhemos nos olhos,
como olhemos para a mesma direção,
e que respeitemos nossas diferenças,
exercitando nossa igualdade,
e que nossas brigas terminem não só com coisas quebradas
mas que terminem na cama,
e que o mundo a fora seja só o mundo em que vivemos,
e que o nosso mundo seja mais importante que qualquer universo,
e que os brilhos nos nossos olhos sejam formosos como das estrelas,
e que os dois lados saibam a sua importância,
não como um alguém preenchendo um buraco na vida de alguém,
mas sim como um alguém preenchendo a vida de um alguém...
E nada mais me importará"

Continue lendo...

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Assessoria online em treinamento




A assessoria em treinamento consiste de um planejamento individualizado de exercícios. Depois de uma avaliação cuidadosa, prescrevo um programa periodizado, entregue para você em planilha online com descrições claras e detalhadas. Durante a vigência do programa, você tem acesso digital a mim para tirar dúvidas, corrigir a técnica de execução ou discutir o progresso do treino.
Você pode seguir o programa prescrito sozinho ou com supervisão de um treinador. Caso prefira ser supervisionado, podemos fazer de uma maneira presencial o semi presencial em treinos importantes.
O planejamento pode ser feito pelo período que você desejar, até mesmo de um ano, dependendo das metas. Os formatos mais solicitados são:
 PLANEJAMENTO DE 5 SEMANAS – R$370,00
PLANEJAMENTO DE 8 SEMANAS – R$575,00 (equivalente a R$287,50/mês)
PLANEJAMENTO DE 6 MESES – R$1320,00 (em 4 parcelas de R$330,00, equivalente a R$220,00/mês)
PLANEJAMENTO DE 12 MESES – R$2385,00 (em 9 parcelas de R$265,00, equivalente a R$198,75/mês)
 O planejamento é feito através de um estudo cuidadoso dos dados fornecidos pelo cliente. Há dois questionários online (clique aqui e aqui ) que cada cliente que me contrata preenche facilmente (não esqueça de enviar um e-mail quando preencher o questionário: quinteiro@outlook.com).  Os dados iniciais que pedimos são os seguintes:
– Objetivos, que podem ou não incluir metas competitivas
– Preferências pessoais e desejos de aprendizado (“quero muito melhorar meu levantamento terra” , “quero aprender a agachar direito” ou “detesto musculação”)
– Altura, peso, idade, gênero
– Tempo e experiência de treinamento e prática esportiva
– Sua infra-estrutura para treinamento (“uma academia equipada com material olímpico de levantamento de peso”; “uma academia convencional” – nesse caso peço um inventário dos equipamentos ou mesmo fotos; “a garagem de um amigo com alguns pesos”; “o meu apartamento e nada mais”; “o parque”)
Se você precisar ou optar por uma aula para instrução técnica, ela será ministrada por mim no Barbell Club.

Durante o tempo em que você estiver seguindo a planilha, você pode tirar dúvidas comigo tanto por comentários na planilha online como por skype, comentará com link dos vídeos para que eu possa avaliar seu progresso, corrigir sua técnica ou mesmo marcar uma hora para chat.

Continue lendo...

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Como perdemos os movimentos fundamentais e como os recuperamos: um passo a passo

Por Marilia Coutinho

Deixo aqui postado uma das séries mais importantes sobre força e padrão motor já gravadas em vídeo na história desse país e em língua portuguesa. Vale a pena assistir cada minuto:


Bloco 1


Bloco 2


Bloco 3


Bloco 4


Bloco 5

Continue lendo...

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Mundial 2016 e RUM 10: a hora de vocês participarem

Olá amigos,

O motivo desse post hoje é um pouco diferente do normal. Hoje eu venho a vocês pedir um favor e uma ajuda. Como vocês sabem, a economia do Brasil está bem ruim e o valor do dólar está na casa dos R$3,20
Até aí, pra quem gasta aqui dentro do Brasil, tirando alguns produtos importados, não mudou muita coisa. Mas eu sou um powerlifter que precisa competir em terras americanas para que meus recordes mundiais sejam validados. Essa crise econômica fez com que os gastos de passagem, inscrições e hospedagem subissem MUITO.
Eu me preparei financeiramente esse ano para viajar mas, só para ter ideia, a passagem pra Las Vegas está oscilando em torno de R$700,00 a mais que ano passado (1,5 mil em 2015 e 2,2 mil esse ano) .
Além de passagens, exitem os gastos com hotel e alimentação (e alimentação não sai NADA barato em hotel com necessidades nutricionais específicas para bater o peso). O RUM 10 ainda é um indefinição pois a organização do campeonato está sendo reestruturada e, inclusive, me ofereci pra ajudar virtualmente (sim... a gente cobra escanteio e corre pra cabecear nesse esporte).
Não conto com nenhum patrocínio e todo esse dinheiro vem do fruto do meu trabalho em cursos, aulas em universidade, personais e palestras. Em fase final de preparação isso tudo se torna mais difícil de fazer pois a preparação competitiva toma um grande tempo e, principalmente, necessita de uma boa recuperação.
Portanto, gostaria de pedir a ajuda de vocês com QUALQUER QUANTIA para me ajudar nessa empreitada. Eu coloquei, durante todo ano em minhas páginas, conteúdo de qualidade e sempre estive aberto em redes sociais para diálogo e troca de informações. Creio que isso me credencia a poder pedir uma ajuda a vocês agora. Ajuda para um atleta que não conta com qualquer apoio governamental e que, hoje, possui uma das maiores marcas já feitas por um brasileiro no powerlifting (e podem me cobrar que eu farei marcas maiores ainda agora. Estou preparando uma bela surpresa).
Por isso, vou deixar meus dados bancários. Lembrem-se: QUALQUER QUANTIA (mesmo, pode ser R$ 2,00 ou R$ 5,00) já fará enorme diferença. Se você for uma empresa e quiser também me apoiar nessa empreitada com uma quantia em troca da exposição de sua marca, entre em contato por inbox e poderemos conversar. Dados bancários

Banco Bradesco
Agencia: 3494
Conta POUPANÇA:1.000.000-9 (UM MILHÃO)
Favorecido: Hugo Rodrigo Garcia Quinteiro
CPF: 312.267.908-60 Outra coisa legal que amigos meus de são paulo podem fazer e me ajudar a longo prazo: Usem meu CPF na nota fiscal paulista. Pode parecer pouco mas, acumulando vários amigos, pode ser uma ajuda substancial para 2017

Se preferirem transferi por PayPal, transfiram para: quinteiro@outlook.com

Lembrem-se: vocês podem fazer a diferença e mudar a atual situação dos atletas no Brasil. Agora é com vocês.

Continue lendo...

segunda-feira, 18 de julho de 2016

Dez lições sobre Levantamento de Peso Olímpico

Por Riccardo Rambo (Ricardo de Barros)




1. A barra exige força explosiva, velocidade, habilidade reativa, coordenação e vontade.
Não é simplesmente uma questão de “jogar” a barra para cima. É impossível “jogar” a barra. Você puxa o mais alto que pode e entra embaixo o mais rápido que pode.
2. Técnica e eficiência biomecânica são condições fundamentais.
“No weightlifting, a técnica é o meio pelo qual a força é expressa” (Chernyak, A.V., The Optimal Ratio of the Triathlon Exercises Tyazhelaya Atletika, Sbornik Statei. Fizkultura I Sport, Publishers, Moscow, 1971).


3. Estudos soviéticos dos anos 60 encontraram uma relação adversa entre exercícios de força máxima (o “Press”) e exercícios de força explosiva (Snatch).
Alexeyev levantava no máximo 270 kg no agachamento, enquanto que seus adversários levantavam em torno de 320 kg. Mas no Jerk, ele chegava a 256 kg. Seus adversários mal chegavam a 220 kg.


4. Não é possível “pensar” no movimento.
"Uma importante peculiaridade nos exercícios de weightlifting é a brevidade da performance, o que faz ser muito difícil e quase relativamente impossível implementar correções conscientes durante o levantamento da barra” (Vorobeyev, A.N., Tyazhelaya Atletika, Fizkultura I Sport, Publishers, Moscow 1972).


5. Em relação ao item anterior:
Não tente ensinar ou corrigir demais, principalmente durante o levantamento. O bom treinador é o calado!
E o período de ensino dos levantamentos, com uma progressão pedagógica correta, é essencial. Não pule etapas do processo de ensino!


6. Para levantar a barra com a máxima velocidade possível, os músculos devem estar relaxados. Eles devem entrar em ação somente no momento necessário.
Essa habilidade está diretamente relacionada com a maestria técnica, evitando uma desnecessária co-ativação dos antagonistas.

O excesso de tensão psicológica e o excesso de treinamento de força máxima e hipertrofia também são fatores que impedem o relaxamento dos músculos (Verkhoshansky, Y.V., Fundamentals of the Special Physical Preparation of Athletes, Fizkultura I Sport, Publishers, Moscow, 1988; Falameyev, A. I., Salnikov, V. A., Kimeishei, B.V., Some Observations about Weightlifting Technique, The P. F. Institute of Physical Culture, Lenningrad, 1980; Sokolov, L.N., The Significance of Speed in Weightlifting and Methods to Develop It, Tyazhelaya Atletika, Sbornik Statei. Fizkultura I Sport, Publishers, Moscow 1971).

7. Comece a levantar rápido para se mover rápido (Frolov, V.I., Efimov, N.M., Vanagas, M.P., "The Training Weights in the Snatch Pull," Tyazhelaya Atletika, Fizkultura I Sport Publishers, Moscow, 1977; Zhekov, I.P., Biomechanics of the Weighltifting Exercises, English Translation, Sportivny Press, Livonia, 1992)!
“Não importa o quanto constante se aumenta a força, weightlifters não podem realiza-la completamente por causa do tempo limitado determinado pela amplitude da tarefa na qual as relações de trabalho da cadeia cinemática tem para executar nos exercícios de competição” (Verkhoshansky, Y.V., Fundamentals of Special Strength Training in Sport, English Translation, Sportivny Press, Livonia, Michigan 1986).


8. A entrada embaixo da barra é uma habilidade reativa, não um esforço consciente.
"Existe um perfeccionismo inconsciente da habilidade de mover os joelhos abaixo da barra no processo de treino. O mestre do esporte completa essa fase em 0.11 segundos; o atleta das classes III a I em 0.16 segundos." (Falameyev, A. I., Salnikov, V. A., Kimeishei, B.V., "Some Observations about Weightlifting Technique," The P. F. Institute of Physical Culture, Lenningrad, 1980).


9. Em relação aos itens 8 e 9:
Técnica = Velocidade!


10. No jerk, o meio-agachamento deve ser feito de forma reativa, com o menor tempo possível para “freiar” a barra na fase cedente e começar a fase de superação.


Continue lendo...